Estados Unidos

Luis Miguel e a Ticketmaster gringa

quinta-feira, julho 14, 2011


Antes mesmo de termos o visto americano ou de comprarmos nossas passagens, eu e Ana decidimos garantir os ingressos para o show do Luis Miguel no Caesars Palace, antes que as fãs mexicanas loucas acabassem com todos.


Os shows serão nos dias 15, 16, 17 e 18 de setembro e serão os últimos shows da turnê do novo disco.


A Ana viu o único show do Luis Miguel no Brasil na década de 90, que eu perdi, e eu vi o show desta última turnê no ano passado em Buenos Aires. Como o lindo não dá as caras por aqui nem por decreto e nós precisávamos ir juntas a um show dele de qualquer maneira, não poderíamos, de jeito algum, perder o show de Vegas.

Era 20 de maio (veja bem: quatro meses antes), quando decidimos comprar os ingressos, no site da Ticketmaster. O melhor setor do The Colosseum, no Caesars Palace, é o Orchestra Level, que fica bem pertinho do palco (a área amarelinha).


No dia em que decidimos comprar (repito: 20 de maio), quase todos já estavam esgotados e não havia mais ingresso para o Orchestra Level nos dias 15, 16 e 17. Só havia para o dia 18. Então não tínhamos outra escolha: ir até Las Vegas para ficar longe do palco, não dava!

Os ingressos para este setor saíam por US$250 cada, que, na minha opinião, é um preço mais que justo. No Brasil, ingressos para área VIP de estádio custam bem mais (vide U2)!

Aí vem o problema master da Ticketshit: você só tem o direito de escolher o setor. Os assentos são sorteados na hora em que você coloca os ingressos no carrinho. Veja que bizarrice! Eu não ia arriscar pegar a última cadeira do setor mais caro, se eu teria a mesma visão do setor vermelhinho pagando bem menos.
Então o que eu fiz? Fui dando F5 no site até cair um assento que me agradasse (minha vida nesta viagem está sendo dar F5 nos sites?).
Depois de insistir insanamente, consegui um lugarzinho na frente, mas da coluna lateral. Tudo bem, pelo menos é na frente. E como eu já fui ao show do Luis Miguel, sei que ele fica muito mais do lado esquerdo do palco -- lado dos nossos assentos.
Nós até tentamos ligar para a Ticketmaster gringa, pra ver se por telefone rolava escolher os ingressos, mas é tudo eletrônico e também por sorteio.
Ridículo.

Uma coisa legal da Ticketmaster é que você pode optar por comprar seus ingressos com uma espécie de "seguro". Por US$7,00 a mais (por cada ingresso), você paga pelo Event Ticket Protector,  da Mondial Assistance. Com ele, se seu voo atrasar, por exemplo, e você não conseguir chegar a tempo no show, você pode ter seu dinheiro de volta. Nós quisemos essa garantia pois, na época, não tínhamos sequer o visto.

Minha maior dica aqui é: se você vai a Vegas e pretende assistir a algum show por lá, compre os ingressos daqui, com antecedência. E pague por este seguro. Por sete doletas, melhor se prevenir, né?
  
Beijos


Você também poderá gostar de:

2 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook