California

Dia 6: San Diego (California - EUA)

quinta-feira, dezembro 29, 2011

Depois de quase seis longas horas de estrada, chegamos em San Diego, na Califórnia.
A primeira impressão das duas foi: "Aff! Que feio!"
Sempre ouvi tanta gente falar bem dessa cidade que acho que eu esperava demais dela. Estava um pouco nublado e friozinho. Nosso hotel era num bairro muito feio, perto do SeaWorld. Quisemos ficar ali porque achávamos que o parque seria o centro das atrações da cidade. 
Ficamos no Good Nite Inn SeaWorld. Não sei se você sabe, mas todos esses hotéis que terminam em Inn são no estilo motel americano, econômicos e feitos para quem está de passagem. Nós sabíamos disso e passamos quase toda a #SinTrip nos hospedando em Inns da vida. Alguns muito bons e outros péssimos.
O preço baixo da hospedagem foi um fator muito importante na hora da escolha. Pagamos US$ 196 por 4 noites! Como chegamos na quarta, pegamos a tarifa mais baixa (US$ 42) e pagamos pela mais alta no final de semana (US$ 54). O quarto tinha duas camas queen, então, saiu bem baratinho. Nós fizemos a reserva com bastante antecedência pelo Booking.com.
Os recepcionistas eram bem bizarros. Tinha uma jamaicana burra e grossa, que falava um inglês tão cheio de sotaque que nós mal entendíamos o que ela dizia. Fora que nosso quarto era no segundo andar e subir e descer as escadas com aquelas malas enormes (e a minha ainda quebrada pela linda da Continental Airlines) não foi fácil. A vista era "uó"! Não dava pra lugar algum, a não ser para uma rua meio deserta, com um boteco bem dos pé-sujo. Pelo menos havia quarto para fumantes (coisa que não encontramos em Los Angeles).




Assim que fiz check-in no hotel pelo Foursquare, chegou uma mensagem de um amigo meu, americano, dizendo para tomarmos cuidado com a região. Realmente, não parecia muito segura. Mas nós moramos em São Paulo, meu bem. Somos espertinhas. 
De qualquer maneira, não andamos a pé em nenhum momento. Não por medo, mas porque tudo era muito longe. Não sei o que seria de nós sem um carro em San Diego. Nem para o SeaWorld dava pra ir a pé.

Bom, deixamos nossas malas no hotel e fomos para a Mission Beach, a praia mais próxima de onde estávamos. A praia estava vazia, só tinha meia dúzia de turista fotografando e uns corajosos correndo no "calçadão".

Mission Beach

Tudo é proibido em San Diego!



Lá, há um parque muito famoso, chamado Belmont Park, que foi inaugurado em 1925 (medo!). É altamente tosco, mas sua montanha-russa, a Giant Dipper, está listada no Registro Nacional de Lugares Históricos. Vale a visita. No meu caso, só a visita mesmo. Não ando numa montanha-russa velha assim nem a pau!


Giant Dipper (Belmont Park)

Já era final de tarde, então ficamos uns 15 minutos e já partimos para outro lugar. Fomos para a Mission Bay, onde tem uma marina, cheeeeia de barquinhos. E barulho de foca. Não vi nenhuma, mas ouvi muitas.

Mission Bay
Anoiteceu e nós acabamos jantando por ali. Passamos o dia inteiro sem comer e não estávamos a fim de procurar um lugar bacana. No fim, o restaurante à beira da marina acabou sendo um programa bem legal. Não tinha nem nome do lado de fora, apenas uma plaquinha escrito "Sea Food" na porta. Comemos Fish 'n' Chips, com peixe fresquinho, fresquinho! Estava uma delícia! E custou 8 dólares o prato que, na foto, parece pequeno, mas nos fez sair de lá quase rolando.

Fish 'n'Chips

Acabamos voltando para o hotel pois estávamos muito cansadas da viagem. Além disso, precisávamos dormir bem porque íamos ao SeaWorld no dia seguinte (cenas do próximo capítulo).
E assim foi o nosso primeiro (meio) dia em San Diego, na Califórnia.

Beijos,

Você também poderá gostar de:

4 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook