California

Dia 8: San Diego (California - EUA)

segunda-feira, janeiro 02, 2012

Acordamos e estava friozinho de novo. Voltar bronzeada da California estava virando uma lenda.
Não sei como é o clima em outras épocas do ano, mas em setembro, fez frio de manhã e solzão à tarde, durante todos os dias que estivemos em San Diego.

Nós tínhamos pensado em voltar pro SeaWorld, pra ver os animais que não tínhamos visto, quando nos demos conta de que o Southern California CityPass só dava direito a uma entrada no SeaWorld. Duas só entradas na Disney! Confundimos feio. Ainda bem, porque um dia só na Disney não ia dar pra nada!

Então, pegamos meu guia da Califórnia (Frommer's 2011) para ver onde poderíamos ir. Vimos a foto de uma garota sentada num banquinho com uma vista maravilhosa e lá fomos nós procurar o lugar, na coast walk da praia de La Jolla

O único problema ali era conseguir parar o carro. A estradinha para a coast walk sai de uma avenida mega movimentada e na estradinha é proibido estacionar. Enfiamos o carro na garagem de uma casa que parecia vazia e arriscamos. "Vai, vamos só olhar rapidinho!" -- As loucas! 

La Jolla coast walk

Quando chegamos na beira do super barranco e vimos o mar... Nossa! Coisa mais linda de Deus! Aí vimos que a coast walk era enorme e resolvemos andar até o fim só pra ver onde dava. Chegamos a um morro cheio de pelicanos. Nas pedras lá embaixo, dava pra ver focas nadando no mar. Muito lindo mesmo!


La Jolla já havia se tornado nosso lugar favorito de San Diego.





Conseguimos tirar a foto igual à da menina no guia Frommer's
Vale a pena dar uma passada por lá. Mas vá de tênis! Enchemos nossos sapatinhos de terra vermelha, que não saiu até hoje! 
Saímos da coast walk e demos uma volta para conhecer o bairro de La Jolla. Pelo que percebemos, é um dos bairros mais chiques de San Diego. Casas enormes, restaurantes lindos e lojas caras levam patricinhas e playboyzinhos andarem por ali.
Paramos em uma Starbucks para trabalhar um pouco porque o wi-fi no hotel custava 5 dólares por dia. Não que eu ache caro, mas se posso economizar, vou gastar pra quê?

À tarde, fomos para o centro da cidade, conhecer o famoso GasLamp (centro histórico de San Diego). Confesso que não achei graça nenhuma. 
Tiramos algumas fotos, comemos uma pizza, numa casa de hotdog, e entramos na Sam Goody, uma loja de CDs, DVDs, jogos e afins porque, né? Espaço sobrando na mala e dólar em baixa, #NOT!

Balboa Theatre, no centro histórico de San Diego (GasLamp)
Voltamos para o hotel, nos arrumamos e fomos para um pub na Mission Beach, chamado Sandbar. O bar é o point dos machos que querem assistir a jogos tomando cerveja com os amigos. Estava um pouco frio e, por ser na beira da praia, venta bastante por lá. Acho que é por isso que não estava tão cheio. Mesmo assim, os frequentadores ali eram BEM gatinhos!



Gostei. Me senti dentro de um bar típico de comédia romântica americana, prestes a encontrar o Ashton Kutcher (não foi desta vez). Não provamos da comida, mas tinha até taco de ostra (oi?). A entrada é grátis, só não esqueça de levar o RG porque sem ele você não entra (mesmo com cabelos brancos ou rugas!). Tomamos umas e outras (cerveja Bud longneck = US$ 5) e voltamos pro hotel. 

Beijos,


Você também poderá gostar de:

0 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook