California

Dia 12: Segunda noite em Los Angeles (California - EUA) - finalmente, paz!

sexta-feira, janeiro 06, 2012

Acomodadas no Hyatt, em Valencia, tomamos nossos banhos, nos arrumamos (finalmente, no more bagaceirice!) e o Barry (nosso amigo de Los Angeles) chegou para nos levar pra jantar.
Estávamos morrendo de fome (não comemos nada o dia inteiro!) e loucas por uma massinha -- não aguentávamos mais ver hamburguer, nachos, molhos de pimenta e salgadinhos de isopor.


O Barry nos levou para comer no Buca di Beppo, um italianinho bem família. Óbvio que tudo tinha pimenta, mas estava uma delícia! Aliás, não entendo porque americano gosta tanto de pimenta! É pior que na Bahia! Os americanos colocam pimenta em absolutamente tudo! Tirando isso, me senti um pouquinho no Brasil, comendo uma massinha numa cantina qualquer de São Paulo. Recomendo!

Pedimos uma pizza...
... e um Penne à Bolonhesa
Aí sim!
Não sei se tinha alguma droga na comida, mas eu fiquei em êxtase depois de comer. Acho que é porque tudo o que eu queria naquele momento era um jantar gostoso. E, depois de tanto perrengue (aqui e aqui), tudo estava perfeito, exatamente como merecíamos!


De lá, o Barry nos levou para Burbank, outra cidadezinha do condado de Los Angeles, para comermos os deliciosos donuts do Krispy Kreme, de sobremesa.


Gente! Manjar dos deuses? :P


Aí, o Barry, de tão querido que é, nos fez uma surpresa: nos levou até Hollywood, sem falar nada, e tivemos um ataque histérico:


Hahahaha. Calçada da Fama! Que legal!
E sabe o que foi melhor de tudo? À noite, a Calçada da Fama fica vazia (ou menos cheia, vai)! Só assim para conseguirmos uma foto com a estrela do Michael Jackson sem ninguém para atrapalhar.


O Barry é sobrinho da diva Dionne Warwick e é óbvio que eu não poderia deixar de tirar a foto pra fazer uma graça:

A Calçada da Fama é um programa imperdível para qualquer turista, mas Hollywood é um bairro bem bizarro (nós o chamamos de Hollyweird), meio cheio de drogados e pessoas sinistras. Mas somos brasileiras, sabe como é...
Além disso, a Calçada da Fama é gigante! Tem quase 5km de extensão e mais de 2.000 estrelas! Não dá pra ver tudo. E é bem difícil encontrar uma estrela específica. Diquinha: a estrela do Michael Jackson fica do lado direito, saindo do Grauman's Chinese Theatre, na mesma calçada. A da Dionne Warwick fica do outro lado da rua, quase em frente ao teatro.

Então, antes de voltarmos para Valencia, o Barry quis fazer outra surpresa pra gente. Fomos para Beverly Hills e começamos a subir os morros das mansões. Nós tínhamos certeza de que ele queria nos mostrar a casa do Michael Jackson, mas uma neblina absurda estragou tudo.


Não dava pra ver nada lá de cima e eu, apavorada como sou, estava com um mau pressentimento. A Ana estava dormindo no banco de trás quando um veado atravessou a rua, bem à frente do nosso carro. Meu coração disparou e eu dei o maior berro. O animal ficou parado, olhando assustado pro nosso farol, até que saiu saltitando. O Barry não tinha visto o bicho e, se eu não tivesse gritado, ele não teria brecado... Seria uma batida e tanto! Que susto! E eu achando que a maldição de Los Angeles já tinha acabado.


Depois dessa, fomos embora. Eram muitas emoções para um dia só. O Barry nos deixou no hotel, em Valencia, e fomos dormir.

Beijos,





Você também poderá gostar de:

2 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook