Dubai

Dia 1: Dubai (EAU) - Aeroporto, telefone celular, hotel e jantar

segunda-feira, março 05, 2012

Chegamos em Dubai lá pelas 10 horas da noite, da quinta-feira, 16 de fevereiro.

Como contei no post anterior, o aeroporto de Dubai é incrível! Todo moderno, lindo e luxuoso. Lá, fomos direcionadas à imigração por uma mulher virtual (!!!), antes mesmo de pegarmos as bagagens. 


Passamos por dois guichês. O primeiro, para fazer o "eye scan", tinha duas filas: a de homem e a de mulher (isso é muito comum nos Emirados Árabes. Homens e mulheres não se misturam). O cara perguntou se eu era do Kuwait e quando eu disse que era do Brasil, ele já lançou um "Ah, Brasil! Pode passar!". Carimbou nossos vistos e já fomos direcionadas ao outro guichê, onde um homem de túnica branca (roupa típica do Islamismo) carimbou nossos passaportes.
Brasileiro não tem problema pra entrar no país. Eles só encanam com turistas provenientes do Oriente Médio, porque não querem abrigar refugiados de guerra.

Foto feita pelo meu primo Andrei Sabbag, que foi para os Emirados uma semana antes de nós. É proibido fotografar na imigração, mas ele, assim como eu, é um fora da lei. Hahaha
Um detalhe: não ache graça das roupas dos nativos. Isso é muito deselegante. ;)

Trocamos algum dinheiro no câmbio do aeroporto (que sempre é o lugar mais caro para fazer a troca). Mas quase todos os lugares aceitam dólar. Só troque o suficiente para o taxi e para algum tour que você venha a fazer. Nos mercados, no shopping, no hotel e até no Souk, você pagará tudo em dólar.

Depois, pegamos nossas malas da esteira e fomos atrás de um SIM Card pra colocar em nossos telefones.  Havia uma loja da Du, operadora de Dubai, que vendia chips pré-pagos por 50 Dirhan cada (algo em torno de 25 reais). Para usar a internet, era necessário comprar um crédito de, no mínimo 20 Dirhan. Diferente dos Estados Unidos, o chip dos Emirados funciona enquanto durarem os créditos. Não é por tempo, mas por dinheiro. Os dados que você gastar serão debitados do seu crédito. Como explicaram tudo errado pra gente, fomos logo ligando o Skype pra falar com a família e acabamos com todo o crédito no mesmo dia! Então, fique ligado nisso. Não há pacote de dados ilimitado, não, hein? O bom é que dá pra comprar crédito em qualquer lugar.

Fomos para a fila do taxi. O coordenador nos deu 3 opções: carro básico, com tarifa começando em 30 Dirhan, carro grande, com tarifa começando em 40 Dirhan, e carro dirigido por mulher, começando em 50 Dirhan (!!!). É claro que pegamos o carro básico. Atenção: essas tarifas altas só rolam no aeroporto. Na cidade inteira, a tarifa começa em 3,50 Dirhan. 


Do aeroporto ao hotel, no bairro Al Barsha, que fica próximo ao Mall of the Emirates, gastamos em torno de 80 Dirhan.

Nos hospedamos no hotel Citymax Al Barsha, que foi indicado por um amigo meu de Dubai. Perguntei sobre hotéis que não fossem Burj Al Arab da vida, que tivessem boa localização e não fossem fuleiros. Ele me indicou o Citymax e o Hilton. O primeiro tinha a tarifa um pouquinho mais baixa. 

Fizemos a reserva pelo Booking.com e pagamos 900 Dirhan por 3 noites. Isso saiu em torno de 150 Reais a diária. Digno. O hotel é bem bonitinho, confortável e com uma ótima localização (perto do shopping, perto do metrô e com vista para o Burj Al Arab).


Gostei bastante do hotel. Tem um café da manhã bem legal (30 Dirhan por pessoa), um bar e uma baladinha. Só o banheiro que não tem ventilação. Isso, se você não tem intimidade com a pessoa com quem dividirá o quarto, é um problema. Mas de resto, tudo perfeito.

Nessa noite, saímos para jantar, no 4 Season que fica em frente ao hotel. Foi aí que descobrimos que o shopping fecha às 2h da manhã (entramos e estava fechando) e que esse restaurante funciona 24 horas.
Comemos super bem (não imaginávamos que os pratos seriam tão grandes): pedimos um prato de Homus, uma porção de charutinho de folha de uva, que nas arábias é servido gelado (o quente só encontramos por encomenda) e uma porção de Falafel (que veio enorme!)



A conta toda, com bebidas e serviço, deu 56 Dirhan. Pô, 27 reais por tudo isso? Baratíssimo, né? 


Depois de jantar, fomos dormir. Precisávamos acordar cedo para fazer o tour por Dubai. E esse será o assunto do próximo post.

Beijos,




Você também poderá gostar de:

10 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook