Cuba

Nossa experiência com o site Skoosh.com

quinta-feira, dezembro 27, 2012

Como contei no post anterior, estávamos com um grande problema para reservarmos hotéis em Cuba. Além do mais, pelo fato de os hotéis não aceitarem cartões de crédito, teríamos que levar muito dinheiro em mãos -- o que estava nos deixando apavoradas. 
Fizemos as reservas das duas casas particulares que queríamos experimentar em Havana, no HostelBookers.com, mas ainda precisávamos reservar o hotel de Varadero e o hotel da volta para Havana. As casas particulares custariam apenas CUC$ 18 cada, mas os hotéis não sairiam tão baratos para pagarmos em cash.

Olhamos alguns sites de reserva e não queríamos apenas garantir o quarto. Queríamos deixar tudo pago daqui do Brasil, como fizemos algumas vezes em nossa viagem pelos Estados Unidos. Assim poderíamos viajar mais tranquilas, sem nos preocupar com o dinheiro que não poderíamos gastar (ou perder).

Encontramos, então, um site chamado Skoosh, do qual nunca tínhamos ouvido falar. Fizemos aquela busca básica por reclamações e não encontramos nenhuma. O Skoosh foi o único site de reservas que permitia deixarmos a estadia paga e, como não tínhamos outra opção, arriscamos.

Escolhemos o nosso hotel em Varadero, o Sunbeach Hotel, e fizemos a reserva. O valor da diária era o mesmo de quase todos os outros sites. Pagamos US$ 121,15 por duas noites, com tudo incluso.

Clique para ampliar
Escolhemos também o hotel para nossa volta à Havana, o Deauville, e pagamos o valor de US$ 152,29 por 4 noites, com café da manhã.

Clique para ampliar
Não pagamos nenhuma taxa pela reserva e o valor foi inteiro cobrado no cartão de crédito. Se precisássemos cancelar a reserva, pagaríamos uma taxa de US$ 10 por quarto, até dois dias antes.
O Skoosh também permite que você faça log in com o Facebook e mantenha um perfil dentro do site. Lá, dá para cancelar ou modificar suas reservas, imprimir os recibos ou deixar suas opiniões e fotos.


Chegamos aos dois hotéis com os recibos (voucher) impressos e não precisamos pagar nada ou apresentar nada além do passaporte. Veja só:


Foi tudo simples e prático, sem burocracia. E o melhor: não precisamos levar dinheiro para pagar a hospedagem.
A cobrança veio certinha na fatura do cartão, com o valor cobrado em dólar e com o devido IOF.

Usaremos o Skoosh novamente, com certeza. Viajar com tudo pago facilita muito na hora de calcular os gastos. Aprovado. 

Veja também:

Beijos,

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook