Beirute

Líbano: o que você precisa saber antes de viajar para lá

quinta-feira, agosto 15, 2013

O Líbano foi o país que mais gostei de conhecer até hoje. Acredito que, dificilmente, outro lugar alcançará o topo da minha lista. É claro que eu tenho uma razão pessoal para isso: minha origem é libanesa e todos os costumes que aprendi quando criança, pude presenciar de pertinho. Mas não é só por isso! O Líbano é apaixonante e todas as pessoas que eu conheço que visitaram este país têm a mesma opinião que eu. E olha que nem pudemos curtir o verão libanês, que dizem ser espetacular! Eu e a Ana chegamos na terra dos “brimos” em fevereiro, no alto inverno, numa noite de neve e vento gelado. O Líbano tem as estações do ano muito bem definidas: no verão, o negócio é curtir a praia num calorzão de 35 graus; no inverno, é se divertir na neve (muita neve), admirar a paisagem dos montes de topos branquinhos e curtir o aquecedor dos cafés do Hamra.



Se você pretende visitar o Líbano, a primeira coisa que você precisa saber é que brasileiros precisam de visto, sim, mas isso você pega no aeroporto lá de Beirute mesmo: basta preencher um formulário quando desembarcar e pegar a fila da imigração. Esta regra ainda está valendo, mas é sempre bom dar uma conferida com a embaixada ou com os consulados libaneses (www.libano.org.br), antes de partir.  Porém, se você tiver um carimbo de Israel em seu passaporte, pode preparar sua volta, pois ninguém lhe deixará adentrar o país. Brigas políticas, sabe como é!  E é exatamente por isso que vão olhar folha por folha do seu passaporte e lhe farão mil e uma perguntas no guichê. Não se assuste com isso, nem com os oficiais do exército nem com a bagunça que é o Aeroporto de Beirute. Ficamos receosas, mas depois entendemos que esse é o jeito dos libaneses. E, mesmo assim, eles são super acolhedores. Esses países que já passaram por muitos conflitos e guerras sempre têm uma política mais desconfiada para tratar os estrangeiros... Não se sinta intimidado. É compreensível.

Assim que você chegar, pode pegar um taxi para o seu hotel. Sugiro que você se hospede ou no Hamra ou em Raouché, dois dos bairros mais famosos, badalados e agitados de Beirute. Um taxi do aeroporto para estes locais deverá custar em torno de 25 dólares. Como os taxistas saberão que você é turista, tentarão vender o caminho por muito mais. Até 35 dólares é tranquilo. Ah, sim! Não há taxímetro no Líbano! Todas as corridas devem ser combinadas anteriormente. Mas não se acanhe, os taxistas costumam ser bem honestos. Só não se esqueça: eles são árabes e adoram negociar! ;)

Peça-os para lhe levar a outras cidades. Não dá pra resumir o Líbano em sua capital: o país tem lugares incríveis que não podem deixar de ser vistos, como já contamos aqui no blog. Por fim, não se preocupe com o idioma local! Quase todas as pessoas (90% delas) sabem falar inglês e francês. E, é claro, todas entenderão suas mímicas. ;)

Boa viagem!

Beijos,







Você também poderá gostar de:

19 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook