Argentina

Ushuaia (Argentina): o que você precisa saber antes de viajar para lá

quarta-feira, fevereiro 25, 2015


Já pensou em viajar para o fim do mundo?
Então prepare-se para conhecer Ushuaia, a última cidade ao sul do planeta. 

Ushuaia (Argentina): o que você precisa saber antes de viajar para lá

Localizada no sul da Ilha Grande da Terra do Fogo, aos pés dos Andes Fueguinos, em território Argentino, Ushuaia é considerada a porta de entrada para a Antártica. De lá saem as expedições para o continente do extremo sul do planeta, que fica a mil quilômetros de distância. Mas essas expedições só acontecem no verão, a partir de novembro (e não custam nada barato).

Em Ushuaia, você encontrará uma paisagem espetacular, de bosques, montanhas, rios e lagos, além de muita, mas muita neve, claro. Em meio a tanta natureza, as atividades típicas da cidade não poderiam ser outras senão cavalgadas, passeios de trem, de barco, excursões em 4x4, trekking, pesca, esqui, canoísmo, ciclismo, safári, observação de flora e fauna e todas as atividades de inverno e aventuras da Patagônia. Quando estiver por lá, não deixe de pegar uma embarcação para ver os lobos marinhos nem de visitar os fósseis de dinossauros. Mas se você não faz o tipo aventureiro, a Patagônia também é para você. Dá pra caminhar e apreciar a paisagem única de Ushuaia, nos diversos mirantes ou desfrutar de um cruzeiro sobre as águas geladas do Atlântico.

Ushuaia (Argentina): o que você precisa saber antes de viajar para lá

E não é porque ela é a última cidade do mundo que sua infraestrutura é razoável. Muito pelo contrário, a hotelaria e a gastronomia de Ushuaia são de nível internacional, com estabelecimentos de até 5 estrelas. Há estâncias simples, luxuosas pousadas, refúgios e cabanas. Encontre o hotel que mais combina com você e não deixe de saborear delícias como a santola (centolla), a merluza negra e o típico cordeiro patagônico (carneiro fueguino), que possui uma das carnes mais saborosas do mundo.

Ushuaia possui um centro de esqui alpino, considerado o favorito dos times internacionais de competição para treinamento fora de temporada, o Cerro Castor, que fica a 26 km do centro. Composto de 24 pistas, para todos os níveis de esquiadores, o centro possui uma neve super fofinha durante todo o inverno e uma superfície de 600 hectares para a prática do esqui, com desnível de 800 metros. Para quem ainda é iniciante, o Cerro Castor tem três magic carpets e, para os mais aventureiros, o snowpark. Além disso, o centro possui wi-fi liberado em todo o seu território, restaurantes, bares, creche, ski shop etc.

Ushuaia (Argentina): o que você precisa saber antes de viajar para lá

Além do famoso Cerro Castor, Ushuaia possui mais dez centros invernais, que oferecem diversas atividades lúdicas na neve. Vale fazer o passeio de trenó puxado por cães no Valle de Lobos, fazer aulas de eski no Solar del Bosque, participar de uma travessia durante dias seguidos pela montanha com a Tierra Mayor ou fazer uma atividade nada convencional como a snow banana, no Valle Hermoso. Se quiser patinar no gelo ou jogar Hockey, o Club Andino Ushuaia, que fica no centro do Bairro Andino, oferece aulas e aluga equipamentos para a prática desses esportes nas águas congeladas da Lagoa Del Diablo (entrada gratuita e funcionamento até às 22h).

Ushuaia também é palco de cultura, com diversos festivais internacionais, museus, exposições etc. Durante o outono austral, período conhecido como “estação das artes e da cultura no fim do mundo”, Ushuaia recebe o Festival Internacional de Música Clássica, com renomadas orquestras sinfônicas do mundo todo, a Bienal de Artes do Fim do Mundo, além de festivais gastronômicos e populares. 

Mesmo assim, a melhor época para visitar Ushuaia, caso você não queira fazer a expedição para a Antártica nem se interesse pela estação das artes, é mesmo o inverno, que se estende de junho a outubro. Por causa do clima marítimo, a temperatura não varia muito, tendo média de 0 grau durante toda a estação. De junho a julho acontecem as temperaturas mais baixas do ano, chegando a 10 graus abaixo de zero. Ou seja, dá pra sobreviver. ;)

Ushuaia é também o ponto de partida para percorrer e descobrir lugares únicos na Argentina, como navegar pelo Canal de Beagle (com saídas do Porto Turístico - onde há a famosa placa “Fim do Mundo”), do qual você poderá ver as centenas de pinguins que ficam por ali na temporada de outubro a março. Os preços variam de 250 a 470 pesos por pessoa, dependendo do passeio. Outra atividade bacana de se fazer em Ushuaia é viajar no Trem do Fim do Mundo, que parte diariamente às 10h e às 15h, com passagens a 175 pesos e duração de 1h50. Também conhecido como o trem dos prisioneiros, o trem leva os visitantes para conhecer alguns trechos do Parque Nacional Terra do Fogo

Ushuaia (Argentina): o que você precisa saber antes de viajar para lá

E, por falar em prisioneiros, visite o Museu Marítimo e do Presídio e você conhecerá bastante sobre a história da cidade. 

Para chegar em Ushuaia, você pode ir de avião, através de um voo direto de três horas e meia desde Buenos Aires (Ezeiza ou Jorge Newbery), ou de barco, saindo de Buenos Aires. A travessia pelo mar demora de três a quatro dias. É um modo lento de se chegar ao fim do mundo, mas com um visual inesquecível. Veja também Argentina: o que você precisa saber antes de viajar para lá.

Se quiser ir de carro ou de ônibus, prepare-se para percorrer 3 mil km desde Buenos Aires. Isso significa 49 horas de estrada, incluindo uma travessia de balsa pelo Estreito de Magalhães. Complicado. Mas se for seu estilo de viagem, não hesite em fazê-la.

Beijos,

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook