Home » , , » Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Written By Luciana Sabbag on sábado, julho 25, 2015 | sábado, julho 25, 2015

Como contei no último post, não conseguimos passagem de Santiago de Compostela para Madri. Então, aproveitei que estávamos na estação de trem, liguei para a minha amiga Dani, que mora em A Coruña, e perguntei se poderíamos passar a noite na casa dela até conseguirmos voltar para a capital espanhola, no dia seguinte.

A Coruña é a capital da província de mesmo nome, que faz parte da comunidade autônoma da Galícia. É uma cidade grande, de 250.000 habitantes, e historicamente muito importante para a Espanha, principalmente por causa de seu porto, de onde saíram grandes expedições.

A Coruña fica a apenas meia hora de trem de Santiago de Compostela e, já que estávamos tão perto, por que não aproveitar para conhecer a cidade e visitar minha amiga? A passagem custou 7 euros e o trem para este destino sai de meia em meia hora.


Quando chegamos à estação de trem da cidade, a Dani explicou que ônibus deveríamos tomar e onde precisávamos descer. Foi super fácil.


A passagem de ônibus custou 1,30 euros e a viagem demorou uns 20 minutos. Quando chegamos ao nosso destino, descemos e fomos procurar a casa da Dani. A numeração das ruas é igual à das ruas de Madri (um lado é crescente e o outro, decrescente) -- não nos acostumamos a isso tão fácil.

Subimos ao apartamento da Dani e fomos super bem recebidas por ela e seus gatinhos. Ficamos batendo papo até que decidimos sair para tomar uma cervejinha. Fomos caminhando pelo Centro, nos encontramos com a Ángela e passamos pela Plaza María Pita, o principal ponto da cidade.


Nesta praça fica o edifício do concello (a prefeitura) e o monumento em homenagem à María Pita, figura muito conhecida na História Espanhola por seu grande feito em 1583. Na época, A Coruña estava cercada pelos ingleses e María Pita conseguiu derrotar o soldado que carregava a bandeira da Inglaterra. Ela, com a bandeira em mãos, motivou a população, que já estava super entregue ao domínio inglês, a lutar pela Coruña e vencer as tropas inglesas.

Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca
Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Fomos ao bar/restaurante La Montanera (Calle de La Fama, 1), ali no Centro mesmo, para tomar uma cervejinha e acabamos tomando duas, três... 


Afinal, uma caña em A Coruña não significa bem um copinho. Aquilo é praticamente um balde de cerveja!

Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Então, decidimos passar no supermercado para comprar os ingredientes do nosso jantar.

Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Mas, antes de voltarmos pra casa, como eu não poderia passar por uma cidade de praia sem molhar os pés no mar, fiz a Dani nos levar até a areia só pra cumprir a tradição.


Apesar da areia dura, a praia é maravilhosa. E aquele pôr-do-sol das 22h estava lindo de morrer. <3

Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca
Dia 11: A Coruña (Espanha) - Livin' La Vida Loca

Fomos, então para a casa da Dani, que preparou uma fideuá (uma variação de paella, típica do povo catalão/valenciano), para nós.


Comemos, bebemos, conversamos e rimos até às 3h da manhã. Nesse meio tempo, conseguimos comprar nossas passagens de trem de A Coruña para Madri pelo site da Renfe. Pagamos 40 euros cada uma para voltarmos à capital espanhola no dia seguinte, às 8h da manhã. Aproveitamos e reservamos nossa hospedagem na casa do Bart, pelo Airbnb. Aliás, falando em Airbnb, a Dani e a Ángela também oferecem o apartamento delas para turistas. Quem quiser se hospedar com essas queridas em A Coruña, podem fazer a reserva por aqui. O apartamento é lindo e a localização é ótima!

Nosso dia de "vida loca" foi demais! Pena que não deu para aproveitar mais A Coruña com nossas amigas, mas precisávamos mesmo voltar para Madri.

Veja todos os posts da Espanha aqui.

Beijos,

SHARE

Sobre Luciana Sabbag

Jornalista, 34 anos, canceriana, chorona. Se emociona com tudo. Vive sem muito planejamento, mas com muitos planos.

0 comentários :

Postar um comentário