#SinTrip

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina

quarta-feira, julho 01, 2015

Enquanto a Cintia tirava um cochilo, resolvi dar uma voltinha pelo bairro. Estávamos hospedadas na casa do Francisco, pertinho da Puerta de Toledo e ao lado do Parque de La Cornisa. Peguei um vinhozinho que eu tinha na mochila, me sentei na praça em frente ao parque e fiquei pensando na vida. 

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Na Dalieda de San Francisco - Não, não é um furacão chegando, é só uma nuvem bizarra.
Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina

Voltei pra casa lá pelas 17h, acordei a Cintia, nos arrumamos e pegamos um táxi para o Parque del Retiro ou Jardins do Bom Retiro (Plaza de la Independencia, 7). De onde estávamos, até a Puerta de Alcalá, a corrida custou 14 euros.

Os Jardins do Retiro foram construídos entre 1630 e 1640 para o lazer da Corte Real. Durante a invasão francesa, em 1808, os jardins ficaram parcialmente destruídos porque foram utilizados como quartel das tropas de Napoleão. Depois da revolução de 1868, os jardins passaram a propriedade municipal e as suas portas foram abertas ao público. 


O Parque é enorme, lindo e merece a visita. Possui três fontes (Galápagos, da Alcachofra e a Fonte do Anjo Caído) e, no Campo Grande do Retiro, ainda estão o Palácio de Cristal e o Palácio de Velázquez.

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina

Demos só uma voltinha porque queríamos nos poupar, afinal, no dia seguinte começaríamos o Caminho de Santiago. Saímos do Parque del Retiro, seguimos pela Calle de Alcalá e, na esquina com o Paseo del Prado, paramos para admirar o esplêndido Palácio de Cibeles.

O Palácio de Cibeles (Plaza Cibeles, 1), antigo Palácio das Telecomunicações, é um centro comercial e possui um mirante (mirador), cinema e restaurantes. Para entrar no prédio não é preciso pagar nada; mas para subir no mirante, é preciso pagar 2 euros. O mirante funciona de terça a domingo, das 10h às 13h30 e das 16h às 19h.

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Palácio de Cibeles

Caminhamos pelo Paseo del Prado até chegarmos ao Museu Nacional del Prado (Paseo del Prado, s/n). Não sou fã de museus e, ainda bem, a Cintia também não é - preferimos igrejas - por isso não entramos. O Museu del Prado é um dos museus mais importantes do mundo, com obras de Goya e de Picasso. Ele funciona de segunda a sábado, das 10h às 20h; e aos domingos, das 10h às 19h. A entrada custa 14 euros. 

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Museu Nacional del Prado

Atrás do Museu del Prado está a Parroquia de San Jerónimo el Real de Madrid (Calle de Moreto, 4). Como somos "me segura, uma igreja!", entramos. Estava acontecendo um casamento, mas somos intrometidas e visitamos a igreja mesmo assim. 

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Parroquia de San Jerónimo

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Casamento na Parroquia de San Jerónimo <3

Passamos pelo Real Jardín Botánico e seguimos caminhando pela Calle del Prado até chegarmos à Plaza del Angel, no bairro de Cortes (já próximo de La Latina). Estávamos cansadas e mortas de fome. Eram quase dez da noite e começava ali a saga do nosso jantar. 


Passeando por La Latina, não encontrávamos um único lugar que servisse comida de verdade (e não tapas) por um preço razoável. Todos os bares e restaurantes estavam abarrotados de gente e só serviam bebidas, aperitivos (tapas) e porções (raciones).

Ficamos horas procurando o que comer. Quando não aguentávamos mais, entramos no La Rubia y La Morena (Calle Almendro, 22) - que também estava lotado - e pedimos um pincho. Pincho é uma espécie de "tapa gourmet".

Estava rolando o La Latina Pincho Week, em que todos os 42 bares participantes ofereciam um pincho e um botellín de cerveja por 2,50 euros. 

O pincho do La Rubia Y La Morena era um bocadito de ternera confitado - basicamente uma almôndega num pedaço de pão torrado. Estava uma delícia mas, obviamente, não fez nem cócegas em nossos estômagos. 

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
La Rubia y La Morena e nossos pinchos

Saímos dali, nervosas com o péssimo atendimento, e fomos comer um "dogão" no Perrito Olé, que fica na outra esquina. Hahaha. Era o que nos restava. Não aguentávamos mais de fome e esses tapas e pinchos não nos saciariam nunca! Lembrando que não tínhamos tomado café da manhã e nosso almoço fora cookies e pipocas. 

Dia 2: Madri (Espanha) - Parque del Retiro, Cortes e La Latina
Perrito Olé e meu dogão sem graça (prefiro o paulista com batata palha e purê. Hahaha)

"Tava ruim, mas tava bom". Na volta pra casa paramos em uma lojinha de "alimentación" que encontramos aberta pelo caminho, e compramos Coca-Cola e chocolate. Foi um dia muito, muito saudável - só que não! :P

Beijos,

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook