Home » , , » Dia 3: Cidade do México (México) - Parte I - Monumentos da Av. de los Insurgentes e Colonia Roma

Dia 3: Cidade do México (México) - Parte I - Monumentos da Av. de los Insurgentes e Colonia Roma

Written By Luciana Sabbag on quinta-feira, março 29, 2018 | quinta-feira, março 29, 2018



Na segunda-feira, 26 de fevereiro, eu me levantei cedo e saí para conhecer a Cidade do México caminhando. Na minha opinião, não existe maneira melhor de conhecer um destino senão andando por ele e descobrindo cada pedacinho de suas ruas.

Mas, primeiro, o café da manhã:


Antes de viajar, eu criei um mapa no Google Maps, onde salvei todas as atrações que eu queria conhecer. Com ele em mãos, saí do hotel, que fica na Plaza de la Revolución, e comecei a descer a Avenida de los Insurgentes, sentido Sur. Essa é a avenida mais importante da Cidade do México – isso porque ela atravessa quase a cidade toda, começando no norte e terminando no sul. 

Passei pelas lojas de roupas, pelos magazines, pelas bancas de flores e pude observar um pouquinho os costumes dos mexicanos em dia de semana. Eles comem na rua, tomam café na loja de conveniência e caminham para seus trabalhos. Tem muita gente na rua.


Minha primeira parada foi no Monumento a la Madre – que estava fechado para reforma. Ah, que legal! :( Eu não sabia, mas ele estava sendo reformado porque foi destruído no terremoto de 7.1°, de 19 de setembro de 2017 – a principal escultura foi ao chão. O monumento é uma homenagem às mães mexicanas, inaugurado em 10 de maio de 1949. Não deu pra ver nada, então, segui meu caminho.


Monumento a la Madre
James Sullivan 17, San Rafael, Cuauhtémoc, 06470

De lá, fui para o Monumento a Cuauhtémoc, que fica bem no cruzamento da Av. de los Insurgentes com o Paseo de la Reforma. A obra de Francisco M. Jiménez, inaugurada em 1887, é dedicada ao último governador azteca do vale do México, Cuauhtémoc. 


Monumento a Cuauhtémoc
Paseo de la reforma S/N, Juárez, 06600 Cuauhtémoc


Segui, então para a Glorieta de los Insurgentes, que fica no cruzamento da Av. de los Insurgentes com a Avenida Chapultepec. A Glorieta é uma "rotatória" gigante, onde desembocam também a Avenida Oaxaca e as ruas Jalapa e Génova, que dão acesso à colônia Roma Norte e à Zona Rosa, da colônia Juárez. A Glorieta de los Insurgentes também é uma estação de metrô e de metrobus, ou seja, é um importante ponto de encontro da cidade. No centro dela há três letreiros da Cidade do México (CDMX). Mas eu não achei o lugar muito seguro, por isso não é legal ficar bobeando, não.


Glorieta de los Insurgentes
Av. Insurgentes, Roma, 06600 Cuauhtemoc

Da Glorieta, fui em direção à Fuente de Cibeles, uma praça linda com uma réplica exata da Fuente de Cibeles de Madrid, na Espanha. Ela foi construída em 1980 como símbolo da irmandade entre as comunidades espanhola e mexicana. A Fuente de Cibeles fica no cruzamento das ruas Oaxaca, Durango, Medellín e Oro, e é considerada uma das localizações mais emblemáticas da cidade. E, assim como na Glorieta de los Insurgentes, a Fuente de Cibeles também tem um letreiro da CDMX na frente.


Fuente de Cibeles
Plaza Villa de Madrid, Roma Nte., 06700 Ciudad de México 

Fui, então, para (a colônia) Roma, um bairro super arborizado e gostoso, cheio de turistas. Me arrependi de não ter ficado lá, sendo que cheguei a reservar um hotel, mas cancelei quando encontrei um mais barato e mais perto do centro.

Andando pelas ruas do bairro, encontrei um lugarzinho lindo chamado Boba Fusión Tea Bar e como eu adoro essa bebida oriental com pérolas de tapioca preta, parei para um refresquinho.


O chá de frutas vermelhas estava uma delícia! E o atendimento, impecável!

Boba Fusión Tea Bar
​Alvaro Obregón 233 C, Roma Norte, 06700 Cuahutemoc
Telefone: +52 55 6714 0141
Site: www.bobafusion.com.mx

Continuei meu caminho para o Mercado Roma, o primeiro mercado gourmet da Cidade do México.  O lugar é lindo – pena que estava abrindo (era cedo ainda, antes das 11h da manhã) e não deu pra ver muita coisa.



Mas me lembrou o Eataly, com boxes de diversos tipos de comidinhas bem elaboradas e caras. Só alguns boxes estavam abertos àquela hora, mas o lugar já estava cheio de gringos. Eu pirei no banheiro do Mercado Roma. Acho que foi o banheiro público mais bonito que eu já vi. Hahaha.

Mercado Roma
Endereço: Calle Querétaro 225, Roma Nte., 06700 Ciudad de México
Telefone: +52 55 5564 1396
Site: mercadoroma.com

Saí do MR e segui caminhando pela Insurgentes até o Bellini, o restaurante giratório mais alto do mundo, onde eu marquei de almoçar com o David, um amigo mexicano, passando pelas lojas de roupas peculiares e perfumarias baratas.


E essa foi a distância que percorri:


Como foi lá no Bellini? Isso fica para outro post! :)

Até!
SHARE

Sobre Luciana Sabbag

Jornalista, 34 anos, canceriana, chorona. Se emociona com tudo. Vive sem muito planejamento, mas com muitos planos.

0 comentários :

Postar um comentário