Home » , » Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

Written By Luciana Sabbag on quinta-feira, junho 13, 2019 | quinta-feira, junho 13, 2019

Minha viagem estava chegando ao fim. Era final da tarde de sábado quando voltei do passeio à Teotihuacán, que fiz com a Mexitours, onde visitei o sítio arqueológico em que estão as Pirâmides de Teotihuacán.

A van da agência de turismo me deixou em frente ao Monumento a la Revolución, que foi o meu ponto de partida (eu estava hospedada ali do lado, como contei neste post). Antes de voltar para o meu quarto, para tomar um banho e descansar para o próximo compromisso, fiquei mais uns minutinhos curtindo aquele lugar, que havia se tornado o meu cantinho favorito na Cidade do México.

O Monumento a la Revolución


Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

Não sei porque gostei tanto do Monumento a la Revolución, mas eu bem que queria ter um espaço semelhante coladinho à minha casa, onde as pessoas pudessem passar a tarde se divertindo, lendo um livro, namorando, tomando sol, fazendo exercício e outras tantas coisas em frente a um monumento tão lindo e imponente.

Então eu descobri que, aos sábados, as fontes de água do Monumento a la Revolución são ligadas e, além do espetáculo de luzes e cores (que acontece ao anoitecer), a diversão dos mexicanos, entre crianças, adolescentes apaixonados e adultos brincalhões, é um show a parte.

  
O Monumento a la Revolución é uma homenagem a um dos mais importantes eventos da história recente do México. Sua estrutura de ferro deveria servir à construção do Palácio Legislativo, mas ganhou novas formas pelas mãos do arquiteto Carlos Obregón Santacilia e se transformou em símbolo nacional.

Construído durante os anos 30, guarda os restos mortais de importantes personagens para a Revolução Mexicana, ocorrida no início do século XX. Hoje, o monumento oferece aos visitantes um pequeno museu, onde é contada a história da Revolução Mexicana, além de um tour pelo interior do monumento, onde é possível ver como ele foi construído e conhecer detalhes escondidos da construção, do subsolo ao topo. O visual no topo do monumento só pode ser observado por quem opta pelo tour completo, mas o mirante mais baixo também tem uma vista linda. Do alto, é possível ver bem de perto as grandiosas esculturas de Oliverio Martínez que compõem os quatro pilares da obra. 

Monumento a la Revolución
Plaza de la República s/n, Cidade do México
Site: http://www.mrm.mx/
Horários: Segunda a quinta, das 12h às 20h, sextas e sábados, das 12h às 22h, e domingos, das 10h às 20h
Ingressos: de MX$ 70 a MX$ 400

Voltei para o quarto, descansei um pouquinho, arrumei minhas coisas, me arrumei e chamei um Uber para ir até a casa do meu novo amigo David. Fizemos uma rodada de Tequila + Cachaça (que dei de presente a ele), para brindar nossa amizade México + Brasil.

Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

De lá, o David me acompanhou até o restaurante Villa María, que fica do ladinho da casa dele, onde nos despedimos.

O restaurante Villa María


O restaurante Villa María é um tradicional restaurante mexicano no bairro de Polanco, o bairro dos endinheirados da Cidade do México. Obviamente, não é um restaurante barato, mas eu tinha que comer bem pelo menos uma vez nessa viagem.

Desde o Brasil, quando ainda nem nos conhecíamos pessoalmente, o David já falava que eu precisava muito ir a esse restaurante, porque eu ia adorar. Ele me indicou, inclusive, os pratos que eu deveria comer. Fui na dele, nem hesitei.


Assim que cheguei, já pirei. Tudo bem que eu estava já um pouco alegrinha do esquenta que fizemos, mas nada que alterasse a minha percepção. Aquele lugar era realmente muito legal! 

Eu queria muito algo com a cara do México e precisa ver bons mariachis cantando e tocando maravilhosamente bem como os que estavam lá. A decoração do Villa María é bem curiosa e o atendimento é ótimo. 

Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

Cada cantinho do restaurante tem alguma coisa para chamar a atenção. Além da "Mezcaleria", tem uma mesinha com vários doces expostos e uma plaquinha com a clássica frase que diz que a vida é curta, portanto é melhor começar pela sobremesa.

Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

E, em todas as paredes, há frases engraçadinhas da cultura mexicana, que fazem piadas com tequilas, homens preguiçosos e mulheres mandonas.

Dia 8: Cidade do México (México) - Monumento a la Revolución e Villa María

Para comer, eu pedi um prato chamado "Delicia de pollo con huitlacoche" (MX$ 225), que é peito de frango com molho de abóbora. Maravilhoso! Veio acompanhado de pão de maní e guacamole. Estava realmente uma delícia e foi a melhor comida que eu comi no México. 

Para beber, uma (que eu já sabia que era) famosíssima margarita (MXS 175) de... er... 1 litro? Hahahaha. Acho que era pra ser dividida, mas era minha último noite mesmo...

Eu adorei o Villa María e recomendo pelo menos um jantarzinho por lá. Minha conta ficou, convertida, em torno de 80 reais, mas nada muito fora do normal para os padrões de bons restaurantes da cidade em que eu moro (São Paulo). 

Restaurante Villa María
Endereço: Avenida Homero 704, Polanco
Horário: De segunda a sábado, das 13h à meia-noite, e de domingo, das 13h às 20h
Telefone: +52 55 5203 0306
Faixa de preço: $$ - $$$


Chamei um Uber e voltei para o hotel.

---

Veja todos os posts sobre o México aqui.

---

Quer usar o celular fora do Brasil sem pagar uma fortuna?

Antes de viajar, acesse http://bit.ly/BBSintrip, escolha um plano de acordo com a duração da sua viagem, compre seu chip pela internet e o receba em casa, com segurança e praticidade! 
Já chegue ao país de destino com o celular funcionando!

Use código SINTRIP e ganhe 10% de desconto na compra do seu chip! 

---

amarelo 728x90 728x90 1  728x90 Viaje pelo Mundo- 728x90
SHARE

Sobre Luciana Sabbag

Jornalista, 35 anos, canceriana, chorona. Se emociona com tudo. Vive sem muito planejamento, mas com muitos planos.

0 comentários :

Postar um comentário