Home » , » Dia 4: Toluca (México) - Nevado de Toluca e Volcán Xinantécatl

Dia 4: Toluca (México) - Nevado de Toluca e Volcán Xinantécatl

Written By Luciana Sabbag on sexta-feira, maio 04, 2018 | sexta-feira, maio 04, 2018

Contei no último post que, na terça-feira, 27 de fevereiro de 2018, eu teria que acordar super cedo e às 3h30 eu já estava em pé. É que eu precisava chegar à sede da Arckeia (Canal de Miramontes 1471, Country Club, Coyoacán) às 5h da manhã para me encontrar com o grupo com o qual eu faria a expedição para o Vale Nevado, em Toluca, Estado de Mexico.

Eu estava tão ansiosa por essa aventura que dormi mal pra caramba – e por isso até acordei antes da hora. Estava com muito medo de perder a hora e, como o trânsito na Cidade do México é um horror, achei melhor sair com bastante antecedência. Mesmo de madrugada, demorei mais de meia hora para chegar à Coyoacán, de Uber. 

Ainda estava escuro quando cheguei ao ponto de encontro – e fiquei sozinha na rua, meio que morrendo de medo, esperando pelo grupo. Alguns minutos depois, chegou um casal de Alabama, Estados Unidos – a Sarah e o Mathew. Aí chegou o Bernie, nosso guia, que nos entregou uma sacola com um "kit de sobrevivência", com sanduíche, Gatorade, chocolate... Por fim, Juán, o último integrante do grupo, chegou.  

Depois de três horas de estrada, com uma parada rápida em um posto de conveniência, para um xixizinho esperto e um café, chegamos à Cidade de Toluca pouco antes das 8h da manhã.

E aí a surpresa: neve. Neve por todos os lados. A coisa mais linda do mundo!


Nosso guia, o Bernie, disse que demos muita sorte porque o vulcão não ficava tão nevado assim nesta época há mais de dez anos. Mas eu passei um pavorzinho com o carro derrapando pela estrada da montanha, sem qualquer guard rail, viu?


Eu havia reservado esse passeio pelo Airbnb Experiências, que são atividades desenvolvidas e guiadas por moradores locais. Infelizmente, a experiência do Bernie não está mais disponível no Airbnb, mas você pode comprar o passeio pela agência de turismo dele – que é especializada em viagens de aventura e expedições.

O passeio inclui transporte ida e volta, com seguro, kit de sobrevivência à montanha com comida, instrução fotográfica, guia especializado na parte antropológica, arqueológica, histórica, mitológica e geológica do parque nacional, acesso ao parque, e – o mais legal – um book com 10 fotografias profissionais e um vídeo aéreo feito com um drone. Comentei que o Bernie é fotógrafo colaborador da National Geographic? Então! Quando eu vi essa experiência, eu nem pensei duas vezes e fiz minha reserva no comecinho de janeiro. Paguei R$ 267 e foram os R$ 267 mais bem gastos da minha vida. Pelo site dele, o valor do passeio está MX$ 1650 (R$ 280).


É muito difícil subir o vulcão. Como o Xinantécatl fica a 4.680 metros de altura e a pressão atmosférica é bem menor do que a que estamos acostumados, o esforço fica muito maior e a sensação que temos é a de que não há oxigênio. Mas devagar se vai ao longe. Existe uma tática muito usada por montanhistas, que é a regra dos 20, de bastante valia: você dá vinte passos e para. Dá mais vinte, para.


O vulcão Xinantécatl é o quarto pico mais alto do México e faz parte Eixo Vulcânico Transversal e do Cinturão de Fogo do Pacífico. Ele apresenta atividade sísmica e está na lista de de 14 a 18 vulcões ativos do México.


A cratera do Xinantécatl tem uma forma elíptica e o fundo é ocupado por duas lagoas de água potável, a lagoa do Sol e a lagoa da Lua, separadas por uma abóbada de lava. As duas lagoas são conectadas por baixo da terra e ocupam o espaço das chaminés do vulcão. 


Para chegar lá em cima e poder descer a pé pela cratera, é preciso passar por um trajeto bem sinuoso, que demora cerca de 40 minutos. Para entrar no Parque Nacional Los Venados, aos pés do vulcão, tem que pagar (não sei quanto porque o guia pagou). Então, é preciso subir por uma estrada de 6 Km, bem perigosa, estreita e com curvas muito acentuadas até chegar ao Parque Nacional Nevado de Toluca. 

Xinantécatl possui vários picos e encostas, entre os quais destacam-se o Pico del Fraile (pico), o Pico del Águila (pico secundário, apenas 20 metros mais baixo que El Fraile), a Caterpillar, a Águia e o Escorpião (encostas), o Paso del Quetzal, o Pico Humboldt, o Cerro Mamelón (também chamado de Umbigo) e o Cerro Prieto ou Preto, onde há uma cruz colocada pelos espanhóis, onde se suspeita que as Matlatzincas fizeram sacrifícios.


Nós subimos uma encosta, descemos até a cratera, demos a volta nela toda e voltamos por outro lado da encosta. Terminamos o passeio às 15h e andamos em torno de 15 Km. Depois, fomos a um restaurante super caseiro e tradicional, bem na entrada no Parque Nacional Los Venados, onde comemos a verdadeira comida mexicana. Tomei coragem e provei aquelas massinhas verdes ou pretas, com uns cremes e umas carnes que a gente não sabe o que são. Hahaha. Mas, olha, me surpreendi. Até então eu só tinha tido experiências ruins com a comida mexicana, mas não é que aquelas comidas eram realmente saborosas?!

Voltamos para o Distrito Federal, todos dormindo no carro, menos eu e, claro, o Bernie. Fomos ouvindo salsa e falando sobre nossas vidas. Gostei tanto dele, gostei tanto da experiência, da paisagem, do passeio, de tudo... Eu estava feliz da vida!

Chegando na Cidade do México, ele nos deixou na Praça Espanha, que ficava bem mais perto de nossas hospedagens. Tomei o metrobus e voltei para o hotel, caminhando pela Insurgentes, onde comprei um copão de manga – um costume típico dos mexicanos.


Descansei um pouquinho e saí para comer. Com preguiça de procurar alguma coisa típica e diferente, entrei no Burger King. Eu sempre vou a uma dessas redes internacionais de fast food para ver se há algo diferente. E havia. Um sanduíche realmente delicioso (mas obviamente super apimentado).


Voltei para o hotel e capotei. Que dia maravilhoso!

Clique aqui e veja todos os posts sobre a #SinTrip México
SHARE

Sobre Luciana Sabbag

Jornalista, 34 anos, canceriana, chorona. Se emociona com tudo. Vive sem muito planejamento, mas com muitos planos.

0 comentários :

Postar um comentário