Cuba

Cuba: o que você precisa saber antes de viajar para lá

segunda-feira, dezembro 31, 2012

Localizada no Caribe, a República de Cuba é a 16ª maior ilha do mundo, com 104 mil quilômetros de extensão, e é o país mais populoso do arquipélago caribenho, com mais de 11 milhões de habitantes. Está dividida em 14 províncias com 169 municípios e é composta por outras 1.500 ilhazinhas menores -- por exemplo, os cayos --, mas as principais são a Isla de la Juventud e a controversa Baía de Guantanamo, um anexo "alugado" pelos Estados Unidos desde o começo do século XX e que hoje serve de prisão para (supostos) terroristas. E, claro, a própria Ilha de Cuba, a maior de todas e a maior do Caribe também. 


Havana é a capital e cidade mais populosa da ilha. É lá onde fica o Aeroporto Internacional José Martí. A segunda cidade mais importante é Santiago de Cuba, a 860 km de Havana, onde fica o Aeroporto Internacional Antonio Maceo y Grajales, outro ponto de chegada bastante utilizado.

Temperatura
Com 330 dias de sol ao ano, a ilha tem basicamente duas estações. A seca, que dura de novembro a abril, pode ser chamada de "inverno". As temperaturas chegam a 29ºC e à noite caem para 15ºC. A época de verão é mais úmida e acontece entre dezembro e março, com temperaturas que chegam a 35ºC. Como o território é estreito, venta bastante por lá e a água sempre se mantém quentinha, a 25ºC. Outro detalhe para ficar atento é à época de furacões, entre junho e novembro. A localização de Cuba contribui para que a ilha fique literalmente no olho do furacão de grandes tempestades, como foi o caso do Sandy, que passamos em nossa viagem. Por este link você sabe como está o clima por lá antes de viajar.

Paisagens

Varadero
Cuba tem de tudo um pouco, mas as praias são o que mais chamam a atenção dos turistas: são mais de 300 praias naturais de areias brancas, douradas e negras e, claro, o mar azul de águas calmas e transparentes, perfeitas para mergulhar. A praia mais famosa de todas, Varadero, tem 20 km que pudemos ver de perto e comprovar que é, de fato, linda mesmo. Ainda assim, ficou a vontade de conhecer paraísos como Playa Duaba, Cayo Guillermo, Camaguey, Cayo Largo... ah, teremos que voltar, porque olha... tantas praias, tão pouco tempo!

Política e sociedade
Cuba é um dos únicos cinco países que ainda se declaram socialistas e mantêm este regime desde 1959, ano do fim da Revolução Cubana e que Fidel Castro entrou no poder. Bom, a partir de então começaram os problemas de relacionamento com os Estados Unidos que tanto conhecemos e, sim, o bloqueio causou consequências gritantes na comunidade cubana.

O povo cubano é muito bacana e está sempre disposto a bater um papo. No primeiro momento, é fácil perceber que eles se aproximam porque querem pedir um trocado, vender um artesanato ou te oferecer charutos, mas essa é uma questão de sobrevivência. Ainda assim, vão parar para saber de você e já adianto que eles adoram, ou melhor, AMAM brasileiros, e ficam encantados quando paramos para falar com eles sobre o nosso país. Eles também falam bastante sobre sua condição em Cuba, mas sempre com cuidado. Para o cubano é arriscado estar junto de turistas, principalmente se forem mulheres. Para ter uma ideia, o simples fato de andarem sem documentos já é motivo para a polícia levar para a delegacia. Agora, se um cubano estiver caminhando ou bebendo uma cerveja com um turista pode ser pior: eles vão presos. No primeiro momento, serão fichados, mas com duas ocorrências serão presos de vez para serem julgados. Não, isso não é lenda e aconteceu com pessoas que conhecemos lá. Com homens, principalmente, mas o jogo  também é duro para mulheres.

Para entrar em Cuba
Como já contamos aqui, você precisará de uma permissão para entrar em Cuba, mas não tem segredo para tirar o visto e é bastante barato, inclusive. Sai na hora do pedido quando solicitado presencialmente. Não esqueça de tirar o seu certificado internacional de vacina atualizado com a de febre amarela, pois é obrigatório estar com ela em dia para entrar em Cuba. Se você não sabe como obter este documento, também demos as dicas aqui. Outra obrigação é apresentar um seguro de viagem para o período que você ficará em Cuba.

Moeda e câmbio
Há duas moedas no país, a Moeda Nacional (MN$) e o Peso Conversível (CUC$). No começo é natural se confundir com as duas, mas a maior parte da ilha cobrará em CUC$, a moeda oficial dos turistas. As conversões são: CUC$ 1 = MN$ 24 e CUC$ 1 = US$ 1. Uma dica é: para não se confundir, a MN$ tem a imagem dos heróis cubanos, já no CUC$, as notas equivalentes trazem a a imagem dos monumentos construídos para os heróis. ;)

Moeda Nacional e Pesos Conversíveis lado a lado, para aprendermos a diferença
Há casas de câmbio, ou Cadecas, e o Banco Nacional de Cuba por toda ilha, não é difícil trocar dinheiro ou sacar. Opte por um desses dois em qualquer cidade, pois nos hotéis e casas particulares cobrarão muito caro. Falaremos mais sobre o uso do dinheiro em Cuba e as pegadinhas, mas já guarde essa informação com você.

Dirigir em Cuba
Muitas pessoas curtem ir a Cuba e viajar pela ilha de carro. Para alugar, não há segredo: ser maior de 21 anos e apresentar a sua habilitação válida. Para quem quiser adiantar a locação pelo Brasil, há sites como a Cubacar e a Havana Autos, todos hospedados fora de Cuba e com uma possibilidade muito menor de barganha. Locais nos disseram que é interessante ir até um escritório e negociar com o gerente, mas fique atento às formas de pagamento, pois nem todos os lugares aceitam cartão de crédito e será necessário fazer uma transferência bancária. Uma diária de um carro pequeno, 1.0, custa cerca de CUC$ 60. A gasolina custa, em média, CUC$ 2 o litro e é importante ter o tanque sempre cheio, pois não há muitos postos de gasolina por lá. Viajamos um pouco pelas estradas e posso adiantar que não achei ruim. Amigos disseram que a coisa complica, no entanto, quando você vai para as outras províncias, pois faltam placas, iluminação e, claro, não há GPS. Acho que vale dar uma estudada em um mapa antes de viajar, não? :)

República de Cuba
Língua: Espanhol
Moeda: Moeda Nacional (MN$) e Pesos Conversíveis (CUC$)
Código do país: +53
Uso do celular: Limitado e sem ativação de dados. O roaming funcionará no sistema da Cubacel e os custos são altos, como em qualquer utilização de roaming.
Número para emergências: 106 
Sites: http://autenticacuba.com/, http://www.infotur.cu/, http://www.cuba.com/
Consulado do Brasil em Havana
Miramar Trade Center - Edifício Beijing
Térreo (estrada pela Rua 76) - Havana
+ 53 7 214 4718
setorconsuloar@brasilhavana.org

Até mais!

Você também poderá gostar de:

35 comentários

Receba o #SinTrip por email



Curta o #SinTrip no Facebook